Meu Pai – P/370

Meu Pai A idade traça um limite O sofrer, a dor, o tempo… é um forte, não se desvanece, A saudade é que o entristece. Distante o passado, sofrimento. A luta, o trabalho fatigante, Os filhos, a esposa, enfim… Coragem, determinação, amor. Na ferramenta, descia o suor Sempre vencendo, era assim. Via a prole crescer,…

Uma Linda Mulher – P/369

Uma Linda Mulher Incomparável mulher que eu vi, De manhã, noite e dia, Me agrada sempre, me dá alegria. Não é como outra qualquer… Me protege, me ampara, sorri; Pura, sem mácula. Beleza;Amor, carinho sem preço, firmeza. Desse jeito só minha mulher! Criatura divina, e toda minha! Traços naturais, predicados de amor; Na simplicidade, é…

Soneto para Bruna – P/367

Soneto para Bruna Quisera entender as profundezas de tua alma, Uma menina-moça no alvorecer da vida Um anjo adorado, criatura doce e querida… vi-a crescer, desse jeito, tão meiga e calma! Bruna! De repente te vejo assim, adulta… Mas para mim és ainda uma menina pequena Amável, bem tranqüila e também serena Nas mãos do…

Versos para Valentina – P/366

Versos para Valentina Uma doce menina, que tanto fascina, veio ao mundo No lar, muita alegria, eu sentia, e amor profundo… Um presente divino, pela dádiva desta criatura. Balbuciava, às vezes chorava, os primeiros passos. Menina linda, alegria infinda, e sem embaraços… Valentina existe… uma verdadeira alma de candura. Cresceu radiante, cabeça brilhante, um gênio…