Portal do Templo – P/122

Portal do Templo O Divino Templo, enfim, aberto à minha meditação Aqui, encontro-me, acho-me em plena serenidade… No corpo e no Espírito, ao Deus de meu coração Alegria imensa me faz repousar em fraternidade. Em meu peito, bem juntinho a mim, a retidão… Posso eu caminhar na Luz da consciência divina. Muito calmo e tranquilamente,…

Virtudes e Defeitos – P/120

Quem, dentre nós, seria assim tão perfeito? Ninguém. “a perfeição não é coisa deste mundo” Quem há de se justificar, querendo ser bom sujeito? Nem mesmo os grandes mestres, com um viver fecundo. Quem, dentre nós, poderia inventariar os defeitos? Todos somos cheios de manias, todos somos errantes! Alguns de nós nem se aproximam, porque…

A Ceia – P/119

Na noite em que foi traído… O convite para a Santa Ceia O Mestre se achava combalido De vinho a taça estava cheia… O pão da vida se faz presente Em pequenos pedaços cortado; “…em memória de mim” somente O pão e o vinho, ato sagrado… “examine-se, pois, o homem…” E, assim, pode comer deste…