Mensagem do Escritor – M/01482

A Vulgaridade Homem Vulgar, Mulher Vulgar. Vulgaridade, em alguns aspectos, equivale a Promiscuidade. O desejo insaciável de sexo, o desequilíbrio emocional e outros desejos incontroláveis. Tudo isso escraviza as pessoas, a tal ponto de não conseguirem mais o autodomínio. A vulgaridade contribui para o mal-estar das pessoas, que ficam à mercê de desejos espúrios, exercendo…

Veja mais

Artigo: Propaganda Enganosa – A/01094

Propaganda Enganosa: Consumidor é sempre ludibriado O novo ano começa e a propaganda televisa agride os consumidores desavisados. Numa inequívoca prova de oportunismo comercial, empresas anunciam tudo pelos menores preços do mercado. As pessoas simples e bem desinformadas sobre os golpes aplicados pelos mais espertos, e ainda desconhecendo as regras básicas da economia, passam a…

Veja mais