Artigo: O Amor, em Jílio Guimarães – A/1054

O modo de amar venerador, solícito e sofredor é tratado por muitos como pertencente a uma época ultrapassada, antiquada. Como se fosse possível estabelecer um método moderno de amar. As psicologias e novas dissimulações sociais criaram “elegâncias” que descartam, por exemplo, a sinceridade da intenção pura; praticamente condenam a inocência das palavras e chegam a…

Veja mais