Pensamento – IVLXXXI – 4081

“Conta-se também que Nagarjuna, grande mestre budista indiano, criador da escola Madhyamika, foi encontrado ferido e agonizante por seus discípulos. “Quem foi, onde está o agressor?”, perguntaram eles. Nagarjuna respondeu: “Foi meu Carma”. Não ficou impaciente, não teve ódio. Encerrou com seu silêncio, uma atitude sangrenta que poderia não ter fim.” (Padma Samten)