Dúvidas de Português – XIII (As mais frequentes 10)

Na minha opinião (certo)/ Na minha opinião pessoal (errado) “Na minha opinião pessoal” é um pleonasmo, ou seja, a repetição desnecessária de uma informação, uma redundância: sua opinião já é pessoal. Por isso, diz-se apenas “na minha opinião”. Anos atrás (certo)/ Há anos atrás (errado) “Há anos atrás” também é um pleonasmo, pois o verbo…

Veja mais

Auxílio Espiritual – Intercessão por Jefferson Pinduca (VIII)

Junto ao Pai, a minha prece sincera em favor de um agente político, que deseja transpor obstáculos e avançar mais ainda na escalada da vida, rumo à Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. Trata-se do jovem advogado, Jefferson Hespanhol Cavalcante, que necessita da bênção dos céus para galgar outras posições, para melhor contribuir para…

Veja mais

Dúvidas de Português – XII (As mais frequentes 9)

Admitem-se vendedores (certo)/ Admite-se vendedores (errado) No exemplo, o verbo “admitir” é transitivo direto. Como tal, não exige preposição entre ele e o objeto da frase e concorda em número com o sujeito. Portanto, o correto é dizer “admitem-se vendedores”. Precisa-se de vendedores (certo)/ Precisam-se de vendedores (errado) Já nesse exemplo, a maneira correta é…

Veja mais