Nilson: Crônica Policial 04 – Amor Estranho

AMOR ESTRANHO  Já com quase cinco décadas de existência, aquele homem tinha uma vida extremamente humilde, as privações eram enormes e não tinha sequer qualificação profissional, sobrevivendo de serviços espontâneos, tais como capinar terrenos e trabalhar em outras atividades  rurícolas. Já havia sido casado, ou melhor, amasiado, tinha alguns filhos, com os quais raramente mantinha…

Veja mais