Soneto para Bruna – P/005

Quisera entender as profundezas de tua alma, Uma menina-moça no alvorecer da vida Um anjo adorado, criatura doce e querida… vi-a crescer, desse jeito, tão meiga e calma! Bruna! De repente te vejo assim, adulta… Mas para mim és ainda uma menina pequena Amável, bem tranquila e também serena Nas mãos do Divino Mestre, boa…

Versos para Valentina – P/004

Uma doce menina, que tanto fascina, veio ao mundo No lar, muita alegria, eu sentia, e amor profundo… Um presente divino, pela dádiva desta criatura. Balbuciava, às vezes chorava, os primeiros passos. Menina linda, alegria infinda, e sem embaraços… Valentina existe… uma verdadeira alma de candura. Cresceu radiante, cabeça brilhante, um gênio forte Aprendiz de…

Minha Casa – P/002

Minha Casa Minha casa, que tanto amo, Tanto quero, e onde me sinto bem; muito à vontade, porque é neste espaço que me sinto felizTudo, nesta casa me apraz, Cada coisa, enfim os objetos arrumadinhos. Quem comigo convive, me faz viver melhor: A vida fica mais doce.Minha casa, a cada dia fica mais aconchegante.Na cozinha,…

Menino Cássio – P/001

Menino Cássio  Cássio, o que te aconteceu? A fatalidade te tirando o fio da vida, Um anjo inocente, que no mundo viveu Tão pouco. Uma criança sabida. Imprudência? Não! O dia foi chegado. De Deus é a presciência… Este menino meigo, tão estimado Viverá feliz, noutra querência. Não dá prá entender agora Porque esse desatino!?…