A Injustiça

Não à Injustiça! Chega ser abominável conviver com a injustiça dos homens, ainda mais quando ela é praticada entre os mais próximos. Faltam palavras para expressar o descontentamento por atitude até certo ponto mesquinha de quem poderia estar comungando sentimento de companheirismo, ao invés de prestarem um desserviço a quem pôde estender a mão na…

Veja mais

João Cabral de Melo Neto

João Cabral de Melo Neto (Recife, 9 de janeiro de 1920 — Rio de Janeiro, 9 de outubro de 1999) foi um poeta e diplomata brasileiro. Sua obra poética, que vai de uma tendência surrealista até a poesia popular, porém caracterizada pelo rigor estético, com poemas avessos a confessionalismos e marcados pelo uso de rimas toantes, inaugurou uma nova forma de fazer poesia no Brasil. Irmão do historiador Evaldo Cabral de…

Veja mais